Tenho a impressão que atualmente temos uma epidemia de adolescentes apáticos. A desmotivação e o desinteresse impera em muitos adolescentes, e os pais, apesar de fazerem de tudo não consegue expulsar essa apatia que aflige seus filhos. Continue lendo o artigo para entender sobre:

Quem são os adolescentes apáticos

Quais as causas da apatia

Quais as consequências da apatia

O que pode ser feito para diminuir esta apatia

Quem são os adolescentes apáticos

Ele não quer estudar, ela não quer fazer vestibular, eles não sabem no que querem trabalhar, nem se querem trabalhar, não tem perspectiva de futuro, não ajudam nas tarefas de casa, por menor que seja. Tudo para eles parecem muito chato, insípido, tedioso. Passam o dia inteiro maratonando séries, jogando ou vendo animes. Seus quartos são desorganizados ao extremos, até a própria aparência é desleixada.

O pai ou a mãe fala com o adolescente e é como se falasse com uma caverna, houve-se um eco, não há resposta às provocações. O adolescente pode até responder, falar alguma coisa, mas não há mudança efetiva de comportamento. É como se não tivesse energia e nem vontade para mudar, para fazer alguma coisa de diferente do que ele já faz.

Muitos destes adolescentes possuem um grau adequado, as vezes até elevado, de inteligência, porém não se interessam muito pelo estudo e dispendem apenas o mínimo de esforço para não reprovarem. Por sinal esse parecer ser o lema deles, fazer o mínimo possível de esforço, e somente se for absolutamente necessário e indispensável.

Só saem do quarto para deitar no sofá, se levantam do sofá é para sentarem na mesa para comer. A atividade física preferida é o levantamento de garfo. Interação social acontece na escola e nas redes sociais onde postam fotos só do rosto, do rosto coberto ou de avatares. Geralmente são visto por outras pessoas como estranhos, esquisitos, isolados.

Estes são os adolescentes apáticos!

Quais as causas da apatia

Esta apatia do adolescente pode ter várias causas, descreverei algumas abaixo para ajudar você pai ou você mãe que está preocupada com seu filho ou com sua filha:

Depressão: assim como a irritação, a apatia pode ser uma característica de depressão leve em adolescentes. A falta de energia, desmotivação para fazer coisas que gostava, o isolamento social, são alguns sintomas de depressão.

Déficit de habilidades: a adolescência é o período que as relações sociais passam a ter grande importância, a ponto da opinião dos grupos ser mais valorizada do que a da família. Por isso os adolescentes precisam aprender um conjunto de regras de habilidades para poder sobreviver e interagir com os colegas neste meio. Por outro lado há um conjunto de expectativas que a família deposita no adolescente. Quando ele não consegue desenvolver habilidades para lidar com todas essas exigências sociais uma das reações possíveis é o freezing (congelamento), ele simplesmente desiste de aprendê-las, se revolta em com uma sociedade que exige que estas habilidades sejam apreendidas, e se tornam apáticos.

Déficit de Habilidades Sociais: é um conjunto específico de habilidades que são utilizadas nas interações sociais, por alguns motivos alguns adolescentes tem mais dificuldades de desenvolver essas habilidades que outros. Esses preferem atividades solitárias como leituras ou outras relacionadas a informática. É o famoso adolescente nerd. Não sei se esse tipo de adolescente necessariamente é apático, eles geralmente fazem bastante coisas, porém a maioria envolve atividades virtuais e poucas interações sociais, e isso incomoda muito os pais, por isso está na lista.

Sentir-se perdido: motivo parecido com o acima, porém o déficit de habilidades não acontece pelo congelamento, e sim por sentir-se perdido, sem saber exatamente o que fazer da vida e quais são os seus gostos e desejos. vejo casos assim quando há tantas possibilidades que o adolescente não consegue escolher uma. Alguns adolescentes, por questões de desenvolvimento de personalidade ou traumas, acham que o mundo é um lugar perigoso, e não querem ariscar-se em atividades externas, e a casa não é um lugar tão estimulante assim, então se tornam apáticos por falta de estímulos.

Leita Também:

Depressão em adolescentes

Pais não devem ser amigos de seus filhos

Filha adolescente mandando nudes

Como os pais perdem o respeito de seus filhos

Problemas clínicos: alguns adolescentes podem estar apáticos por problemas clínicos como, por exemplo, hipotireoidismo, anemia ou diabetes. Sempre vale uma investigação clínica para ver se está tudo bem como o corpo e com a parte hormonal.

Quais as consequências da apatia

As consequências da apatia estão podem ser divididas em três áreas: humor, relacionamentos e trabalho.

O humor dos um adolescente apático pode ser descrito como distímico, como se fosse uma depressão leve. Não serão todos adolescentes apáticos que terão depressão, mas uma porcentagem significativa pode ter, é bom investigar.

Obviamente uma pessoa que não sai muito terá problema em relacionamentos. A tendência é que os adolescentes apáticos entrem em relacionamentos amorosos virtuais. Contudo todos os relacionamentos presenciais serão comprometidos, por exemplo família, amigos no colégio, colegas de trabalho.

Trabalho é outro problema para adolescentes apáticos. Falar isso pra um dá até alergia. Brincadeiras a parte, eles não são necessariamente preguiçosos, apesar das dúvidas dos pais, porém não desenvolveram algumas habilidades muito importantes para um ambiente de trabalho: comunicação clara, regulação emocional, resiliência, sair de casa. Por si só isso já dificulta em conseguir um emprego, se conseguir vai ter dificuldade em se manter.

Como resolver o problema da apatia

Há algumas formas de resolver o problema da apatia, vai depender do motivo pelo qual ela acontece.

Se ela for pelo adolescente sentir-se perdido, você pode ajudar a direcionar os interesses dele. Algum curso, orientação vocacional ou atividade religiosa pode ajudar. Mesmo sendo apático, todo adolescente ainda quer salvar o mundo, então qualquer coisa que desperte o interesse neste sentido pode servir de motivação para algo.

Se o problema for um déficit de habilidades ou de habilidades sociais, ai você vai precisar de um psicólogo comportamental ou cognitivo comportamental, que são psicólogos especialistas em desenvolvimento de novos comportamentos. O mesmo vai ocorrem em casos de depressão, o psicólogo ou psiquiatra são os melhores profissionais para lidar com esses casos. Em casos de problemas clínicos um médico generalista será o profissional indicado para te fazer as orientações do melhor plano de tratamento.

Não desista de seu filho apático. Tentar colocar motivação nele com brigas e sermões já se mostrou inefetivo até agora, e essa estratégia não vai mudar, então é hora de você mudar a estratégia e procurar um profissional mais adequado para poder te orientar no problema.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE

%d blogueiros gostam disto: